Apesar de resistência do PT Odacy insiste em sua esposa disputar vaga no legislativo estadual

Enquanto uma ala do Partido dos Trabalhadores discute o nome da vereadora do Recife Marília Arraes (PT), para o Governo de Pernambuco e outra, em âmbito nacional, se articula com o PSB, o deputado estadual Odacy Amorim circula cidades do interior buscando apoio para sua pré-candidatura ao governo do Estado, como também, para sua esposa Dulcicleide Amorim (PT), que disputará uma vaga na câmara legislativa de Pernambuco.
Mesmo com resistência do partido e com outros nomes, a exemplo de Cristina Costa (PT), cogitados a substituí-lo, onde concentra-se seu reduto, Odacy resolve ir de encontro com seu partido. “Nossa saída para disputar o governo do Estado é a ideia de que possamos construir um entendimento político onde o partido saia fortalecido. O projeto de minha esposa não é um projeto de família. Discutimos com minhas bases eleitorais e concluímos que colocaríamos o nome de Ducicleide, o que não posso é mais continuar na política sozinho. Em 2010 apoiei um deputado federal e não pude contar com ele, em 2014 apoiei um outro e não pude contar. As pessoas que votaram em mim como deputado, vamos buscar esses votos para Ducicleide, vamos discutir a candidatura de Cristina Costa também”.
Recentemente ao ser questionada sobre o atual cenário político dentro do partido, a vereadora de Petrolina Cristina Costa (PT), disse “não apoiar projeto individual” e em consonância, Gilmar Santos (PT), também deixou claro que seguirá a orientação dos demais diretórios que apoiarão o projeto de Marília Arraes. “Quem está com mandato não é detentor pessoal do partido”, disse ele.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar