Ministério Público de Pernambuco reforça fiscalização de ovos de Páscoa e pescados em Petrolina e mais duas cidades

Com a proximidade da Semana Santa, é comum os supermercados atraírem os consumidores com vários tipos e tamanhos de ovos de páscoa. Nas feiras e mercados, a procura é pelos pescados para compor a mesa do tradicional almoço em família. Mas o consumidor não deve deixar de se manter atento quando sai para comprar produtos alimentícios. Para evitar abusos, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através do Centro de Apoio Operacional às promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor (Caop Consumidor), e os demais integrantes da Rede Consumidor PE realizaram essa semana Operação Pescado 2018.
A fiscalização ocorreu simultaneamente em diferentes redes de supermercados nas cidades do Recife, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina. Todas as ações foram coordenadas pelas respectivas Vigilâncias Sanitárias dos municípios onde houve a ação.
Participaram da fiscalização, além do Ministério Público, as Vigilâncias Sanitárias dos municípios envolvidos; os Procons Municipais e Estadual; a Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (Adagro); o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Pernambuco (Ipem); a Delegacia do Consumidor da Polícia Civil de Pernambuco (Decon); e a Guarda Municipal de Petrolina.
“A operação em Petrolina foi um sucesso. Não foram encontradas irregularidades. Pelo contrário, até quando formos comparar os preços das gôndolas com os preços no caixa, vimos que a diferença de preço eram para baixo, trazendo benefícios para o consumidor”, explica Ana Cláudia de Sena Carvalho, promotora de Justiça de Defesa do Consumidor de Petrolina, que acompanhou às fiscalizações na cidade. “Ações como essas são importantes. Demonstram que as instituições estão juntas na fiscalização, atuantes e atentas a qualquer tipo de irregularidade e em razão de um trabalho que vem sendo feito antes. Talvez, por isso, não encontramos nenhuma irregularidade”, destacou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar