Compesa encontra nova ligação clandestina de água, dessa vez na Orla de Petrolina

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) descobriu, na tarde desta quarta-feira (16), mais um caso de furto de água em Petrolina (PE). A fraude acontecia em uma residência de grande porte, na Orla 1 da cidade.
O imóvel, com uma área de quase 400 metros quadrados, possui piscina e jardins, e estava registrando uma média de consumo mensal de apenas 18 metros cúbicos.
O furto era feito por meio de uma ligação de bypass, que consiste em uma tubulação montada para a passagem de água, sem a contabilização real do consumo, burlando o registro da Compesa.
A companhia ainda não estimou o volume de água desviado e o período de duração aproximado da fraude. A casa foi construída há pelo menos dez anos, de acordo com moradores da área. O proprietário foi notificado e pagará multa após os cálculos do consumo de água desviada.
Em Petrolina, só em 2018, foram mais de mil ocorrências desse tipo registradas em imóveis da cidade. A Compesa está intensificando as operações de fiscalização em imóveis de todos os padrões.
“Utilizamos a tecnologia, análise do consumo a partir da mudança de registros velhos por novos e uma série de medidas para detectar o consumo baixo em imóveis de grande porte e, assim, identificar as fraudes. Os critérios se baseiam, dentre outros, na análise do perfil do imóvel, como número de moradores, área construída, consumo e tipo de construção,” explica o gerente da Unidade de Negócios, João Raphael. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar