Comunidade do Vale do São Francisco se une contra preço do combustível

Durante a manifestação serão recolhidas assinaturas para fazer uma ação no Ministério Público Federal, cobrando investigação a respeito de um suposto cartel existente nas cidades. De Petrolina o grupo seguirá a Juazeiro. “As pessoas estão se mobilizando para fazer o melhor para si”

Juazeirenses e petrolinenses estão unidos para cobrar um preço de combustível mais justo ao consumidor final. Um ato público marcado para este domingo (24), na Orla de Petrolina deve reunir motoristas de aplicativo, lideranças comunitárias e a população em geral que está descontente com o valor cobrado nas bombas dos postos da região.

“Essa iniciativa vem de vários grupos de WhatsApp e a gente está simplesmente querendo que essa baixa [nas refinarias] venha bater nas bombas. A gente sabe que só a atuação do Prodecon não é suficiente, nós temos um valor diferencial muito grande com o argumento da distância [dos grandes centros], tem baixa na refinaria e você simplesmente não vê reduzir”, disse Hugo Pacheco, um dos organizadores do ato.

Durante a manifestação serão recolhidas assinaturas para fazer uma ação no Ministério Público Federal, cobrando investigação a respeito de um suposto cartel existente nas cidades. De Petrolina o grupo seguirá a Juazeiro. “As pessoas estão se mobilizando para fazer o melhor para si”, destacou Hugo.

A concentração para o ato está marcada para 15h, na Orla de Petrolina. Por ser um ato promovido nas redes sociais os organizadores ainda não têm uma estimativa de quantas pessoas devem participar do ato. Na quarta-feira (27) o preço do combustível será discutido também na Câmara de Vereadores de Petrolina, às 9h. Fonte do Texto Blog do Waldiney Passos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar