Justiça pede suspensão do Concurso da Guarda Civil de Petrolina

Uma decisão liminar do Tribunal de Justiça de Pernambuco determinou a suspensão do concurso da Guarda Civil de Petrolina-PE. A juíza Elisama de Sousa Alves entendeu que o edital não tinha cota para pessoas com deficiência e que, mesmo com a correção que foi feita, faltou tempo hábil para essas inscrições. A juíza levou em conta que a prova está marcada para o próximo dia 05 de maio.

Ao Nossa Voz o secretário de Planejamento, Plínio Amorim disse que a prefeitura e a banca IDIB vão acatar a recomendação. “A gente está acatando a recomendação do juízo de alteração de data. Mas não haverá espaço para novas inscrições da ampla concorrência”.

Amorim destacou ainda que “o concurso está mantido para uma nova data e em 15 dias estaremos publicando um novo calendário para inscrição exclusiva para deficientes”. Fonte Blog do Nossa Voz / Por 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar