Mãe dos garotos assassinados em Petrolina, diz que procurou o Conselho Tutelar e CAPS, mas não teve ajuda

Nesta sexta-feira 05/04/2019, em coletiva com a impressa local, a polícia apontou os acusados do homicídio dos dois garotos assassinados, um dia 29 de março e o outro dia 1º de abril. A mãe dos garotos, Francineide dos Santos Souza, falou com a imprensa e disse que já previa acontecer o pior com um de seus filhos.

A mãe afirmou que já havia procurado o Conselho Tutelar de Petrolina pedindo ajuda para o seu filho, o Gustavo de 13 anos. Segundo a mãe, chegaram a dizer que ele tinha mãe e só atendiam a meninos de rua. Ela também procurou o CAPS e nada, ninguém ajudou.

Talvez se o Conselho Tutelar ou o CAPS tivesse me ajudado quando procurei, meus filhos poderiam está vivos hoje, disse a mãe em desabafo.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos do crime são dois adolescentes, um de 16 e o outro de 17 anos. Os dois foram apreendidos, mas segundo a Polícia existe um outro homem suspeito de envolvimento no caso, identificado pelo nome de Francieldo da Costa Brito, de 26 anos, que está foragido.

Edição: Nelson Fontes/Divulga Petrolina

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar