IF Sertão-PE tem R$ 8 milhões bloqueados por medida do MEC e alerta para consequências

Por meio de nota divulgada nessa sexta-feira, 3, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) alerta para as consequências do corte de 30% das verbas destinadas às instituições de ensino federais, anunciado esta semana pelo Ministério da Educação.

Segundo o comunicado, o bloqueio representa R$ 8 milhões a menos em recursos de custeio. “Em consequência dessa medida, a previsão de orçamento para o IF Sertão-PE corresponde a menos da metade do que foi liberado há quatro anos, em 2015, quando a Instituição contava com uma estrutura menor para manter o funcionamento institucional”, destaca a nota.

O instituto lembra que ultrapassou o quantitativo de mil servidores em 2017 com a criação de dois novos campi, contribuindo para a oferta de educação pública, gratuita e de qualidade para um número crescente de estudantes. Atualmente o corpo discente soma 10 mil jovens e adultos.

“Com o corte de 30% no orçamento previsto para este ano, os impactos no funcionamento da Instituição prejudicarão não apenas os servidores e estudantes do IF Sertão-PE, mas, sobretudo, a população do sertão pernambucano, diretamente beneficiada pela contribuição dos Institutos Federais para o desenvolvimento regional sustentável”, ressalta a instituição.

A nota ainda informa que, para reverter o bloqueio, o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) está buscando, junto à Assessoria Jurídica, a adoção de medidas legais para impedir que o orçamento continue retido.

Artigos relacionados

1 pensou em “IF Sertão-PE tem R$ 8 milhões bloqueados por medida do MEC e alerta para consequências”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar