Travesti de 62 anos é morta a pauladas e tem corpo incendiado na Bahia

Uma travesti de 62 anos, conhecida como Rosinha do Beco, foi brutalmente assassinada na última quinta-feira (31/05/2019), no município de Seabra (BA). De acordo com relatos, ela foi morta a pauladas e teve o corpo queimado. Um adolescente de 15 anos está sendo procurado pela polícia suspeito de matar.

Segundo o coordenador da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Seabra), Marcus Araújo, Rosinha trabalhava como feirante e algumas vezes contratava garotos de programa. Na sexta-feira, ela recebeu o adolescente em casa, na Rua Aloísio Rocha, mas os dois se desentenderam.

“O ex-namorado da vítima contou que um dia antes do crime ele (adolescente) estava dizendo que faria um programa com ela, na intenção de provocar ciúmes. A gente acredita que ele agrediu ela com um porrete e, como a casa dela já pegou fogo uma vez, ele pôs fogo novamente para disfarçar o crime, mas a perícia identificou um traumatismo no crânio da vítima e descartou que tenha sido um incêndio acidental”, afirmou.

Imagens de câmeras de segurança da rua mostram o suspeito caminhando em direção à casa de Rosinha momentos antes de o local ser incendiado. A polícia da cidade de Seabra encontrou um pedaço de madeira sujo de sangue na residência.

O adolescente está foragido desde o dia do assassinato e é procurado pela Polícia Civil da Bahia.

Segundo os moradores da região, que ficaram comovidos com o ato brutal, ela será lembrada pelo bom humor e pelo jeito brincalhão. Rosinha do Beco trabalhava como feirante e costumava gravar vídeos divertidos para postar nas redes sociais.

 

 

 

Fonte: Divulga Petrolina

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar