Filhos não aceitam namoro da mãe e mantêm genitora em cárcere privado em Petrolina

Três jovens mantiveram a própria mãe em cárcere privado no Assentamento Alto Grande, no distrito de Izacolândia, zona rural de Petrolina. O motivo, de acordo com a 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), é que eles não aceitam o relacionamento amoroso dela com um homem, morador do Assentamento Alto da Areia, também em Izacolândia. A mulher, de 42 anos, foi libertada na madrugada de ontem (10), após o namorado dela, de 49, acionar o policiamento e contar que a vítima estava sendo ameaçada com uma arma de fogo.

No local, o policiamento constatou a veracidade das informações, onde se depararam com os suspeitos – de 18, 20 e 22 anos – bastante exaltados, relatando que não aceitavam o namoro da mãe, e por isso tomaram aquela atitude. Quando questionados a respeito da arma de fogo, eles informaram que estava embaixo da cama, onde foram encontrados um simulacro de espingarda, um facão e um tubo de pólvora.

Os rapazes não diminuíram o tom agressivo, sendo necessário o uso controlado da força para contê-los, pois se recusavam a liberar a mãe e entregar os materiais. Os policiais perceberam também que uma moto pertencente a um dos rapazes encontrava-se com número do chassi adulterado e sem a placa, motivando assim a sua condução, juntamente com os demais objetos e todos os envolvidos até a delegacia de plantão em Petrolina.

 

 

Fonte: Blog do Carlos Britto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar