Mancha de óleo é localizada a 150 metros da margem da foz do Rio São Francisco

As manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste, desde as últimas semanas, estão bem próximas do Rio São Francisco, em Alagoas. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o líquido foi encontrado a 150 metros da margem da foz do Velho Chico. Uma equipe do órgão já se encontra no local, para que uma análise seja feita e as causas do aparecimento divulgadas.

Segundo informações da analista ambiental do Ibama, Cynira França, a mancha foi detectada nesse domingo (6), por técnicos do órgão. “A equipe que estava em campo informou dessa mancha ontem à tarde. O que sabemos, no entanto, é que ela [mancha] entrou no início da foz, uns 150 metros da margem do rio, e se instalou em uma parte de praia. Acreditamos, também, que a corrente tenha sido o motivo do aparecimento”, disse.

Ainda segundo a especialista, o surgimento da mancha já foi comunicado ao coordenador de Emergências Ambientais do Ibama, Marcelo Amorim, que se encontra em Sergipe para verificar todas as partes de atendimentos que possam ajudar na resolução do problema. Por sua vez, medidas estão sendo negociadas com a Petrobras, para que haja a contenção do líquido.

Cynira França acrescenta que trabalhos para impedir que o líquido se espalhe no Velho Chico estão sendo realizados. “De imediato, encaminhamos o ponto em que a mancha foi localizada para o coordenador geral. A partir disso, ele ficou a cargo de escolher o responsável pela contenção e limpeza, pois se trata de uma área de difícil acesso, e as medidas cabíveis são diferenciadas’.

Ela completa afirmando que as manchas, até o momento, não trazem riscos ao rio e à população próxima. “Pelo tamanho da mancha que foi verificada, ainda não há risco de tanta preocupação. Não foi uma mancha grande como apareceu em Coruripe, por exemplo. Nosso medo, no entanto, é que uma mancha maior possa adentrar, afetando a pesca e fauna da região”, concluiu.

Fonte: Gazeta Web

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar