Justiça condena envolvidos em irregularidades na Operação Pipa do Exército no Vale do São Francisco

O Comando do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), braço do Exército no Vale do São Francisco, se pronunciou por meio do tenente-coronel Antonio Anísio Oliveira Leite, sobre a condenação de 11 réus envolvidos em irregularidades na Operação Pipa. Um deles é Ronaldo Alves da Silva, preso em flagrante no dia 15 de agosto de 2018 em Campo Alegre de Lourdes, no norte baiano, conforme divulgado pelo Blog.

Na nota divulgada pelo 72ºBIMtz, a Justiça Militar da União condenou os acusados na última segunda-feira (25). Mais detalhes da decisão podem ser acessados no link disponibilizado por este Blog.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar