Trabalhador que precisar sacar em dinheiro auxílio de R$ 600 terá de aguardar calendário da Caixa

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou nesta terça-feira (7) que o trabalhador informal que necessitar sacar em dinheiro o auxílio emergencial de três parcelas de R$ 600 – criado em razão da crise econômica motivada pela pandemia de coronavírus – terá de aguardar um calendário de saques a ser divulgado pela Caixa.

A Caixa informou que abrirá 30 milhões de contas digitais gratuitas para os beneficiados pelo auxílio e que não têm conta bancária atualmente. Essa conta digital vai permitir que os beneficiários façam pagamentos de contas e também transferências gratuitamente.

Quem já tiver conta em outro banco, poderá receber o auxílio por meio dessa conta e não precisa fazer a conta digital da Caixa. Segundo Guimarães, o crédito nessas contas bancárias será feito de forma muito rápida e esse dinheiro estará disponível para as que as pessoas façam transferências e pagamentos online.

Mas, para sacar o dinheiro, será preciso aguardar o calendário. A medida tem como objetivo evitar grandes aglomerações de pessoas em agências da Caixa e em lotéricas.

“Você terá dinheiro na sua conta, poderá fazer DOCs, realizar pagamentos e gastar esse dinheiro. Mas se você quiser sacar esse dinheiro, vamos organizar com calendário. O pagamento existirá, estará na conta, poderão fazer transferências e pagamentos”, disse Guimarães.

Paulo Henrique Angelo, vice-presidente da Caixa para Rede de Varejo, afirmou que a Caixa ainda precisa identificar onde estão as pessoas que vão receber os recursos para poder planejar os saques em dinheiro do benefício.

Segundo Angelo, isso ocorrerá a partir do momento em que o banco receber a base de dados dos beneficiários. O vice-presidente da instituição reforçou, no entanto, que não será possível permitir que milhões de pessoas procurem as agências da Caixa para fazer saques no mesmo dia.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar