Pernambuco registrou 592 novos casos de Covid-19 e 67 óbitos na quarta-feira (13)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, na quarta-feira (13/05), 592 novos casos de Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados, 232 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 360 são casos leves. Agora, Pernambuco totaliza 14.901 casos já confirmados, sendo 7.876 graves e 7.025 leves.

Dos casos graves, 1.566 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 2.486 estão internados, sendo 237 em UTI e 2.249 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Além disso, o boletim de quarta registra mais 134 pacientes recuperados do novo coronavírus em Pernambuco, totalizando 2.600 pessoas curadas da Covid-19 no Estado.

Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 143 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 67 óbitos (sendo 22 do sexo feminino e 45 do sexo masculino), de pessoas residentes nos municípios de Recife (28), Jaboatão dos Guararapes (8), Timbaúba (5), Igarassu (4), Abreu e Lima (2), Cabo de Santo Agostinho (2), Olinda (2), Paulista (2), São Lourenço da Mata (2), Bezerros (1), Bom Jardim (1), Camaragibe (1), Carnaubeira da Penha (1), Catende (1), Goiana (1), Ipojuca (1), Itaquitinga (1), Rio Formoso (1), Saloá (1), São Joaquim do Monte (1) e Trindade (1). Com isso, o Estado totaliza 1.224 mortes pela Covid-19.

Sobre as mortes

As mortes ocorreram entre os dias 22.04 e 12.05 os pacientes tinham idades entre 32 e 94 anos, além de uma criança do sexo masculino de 1 ano. Dos 67 pacientes que vieram a óbito, 46 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (24), diabetes (24), doença cardiovascular (11), histórico de tabagismo (7), doença renal crônica (5), asma (3), doença de Alzheimer (3), histórico de etilismo (3), obesidade (2), derrame pleural (2), lúpus (1), pneumonia (1), doença arterial periférica (1), esquizofrenia (1), câncer (1), doença pulmonar obstrutiva crônica (1), AVC (1), neuroblastoma (1), tuberculose (1) e acidente vascular encefálico – AVE (1). Quatro não tinham comorbidade e os demais estão em investigação pelos municípios.

As faixas etárias dessas pessoas são: 0 a 9 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (4), 50 a 59 (5), 60 a 69 (19), 70 a 79 (20), 80 ou mais (16).

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 2.892 casos foram confirmados e 1.845 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde. (Ses-pe)

 

Fonte: Blog Edenevaldo Alves

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar