Com mais 431 casos da Covid-19 e 35 óbitos, PE soma 98.401 confirmações e 6.669 mortes

Pernambuco confirmou, nesta segunda-feira (3), 431 casos da Covid-19 e 35 óbitos de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Com isso, o estado passou a ter 98.401 confirmações de pessoas diagnosticadas com a doença, além de 6.669 mortes, números contabilizados desde março, no início da pandemia.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 81 dos 431 casos confirmados nesta segunda (3) são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Outros 350 são leves, englobando registros de infectados que não foram internados, já estavam curados ou na fase final da doença quando houve a confirmação do diagnóstico.

Do número total de casos já confirmados pelo estado, 23.812 são considerados graves. Já os outros 74.589 são classificados como leves. Há, ainda, 75.388 pacientes recuperados da doença, o que representa 76,6% do total de infectados pela Covid-19 em Pernambuco. Foram 2.018 a mais que o domingo (2).

Do total de curados, 12.917 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 62.471 eram casos leves. Há casos de coronavírus em todos os municípios do estado, mas a Secretaria Estadual de Saúde apenas revela a localização dos casos graves, que estão em 182 municípios, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Mortes

Em relação aos óbitos, a SES informou que as 35 (18 mulheres e 17 homens) confirmações foram de mortes ocorridas desde o dia 12 de junho. Desse total, 16 foram nos últimos três dias, sendo seis registradas no domingo (2), oito no sábado (1º) e duas na sexta-feira (31).

Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Abreu e Lima (1), Araripina (1), Barreiros (1), Belo Jardim (1), Betânia (1), Bom Conselho (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Camaragibe (2), Carpina (1), Caruaru (2), Chã Grande (1), Condado (1), Feira Nova (1), Goiana (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Joaquim Nabuco (1), Lajedo (1), Olinda (2), Paulista (3), Recife (3), São Joaquim do Monte (1), Surubim (1), Toritama (1), Venturosa (1), Vertentes (1), Vicência (1), Vitória de Santo Antão (1).

As mortes registradas no boletim ocorreram entre 12 de junho e 2 de agosto. Houve 16 (46%) nos últimos três dias, sendo 6 mortes registradas no domingo (2), oito mortes no sábado (1º) e dois em 31 de julho. Os outros 19 óbitos (54%) ocorrem entre os dias 12 de junho e 30 de julho.

Os pacientes tinham idades entre 33 e 101 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (2), 40 a 49 (2), 50 a 59 (5), 60 a 69 (10), 70 a 79 (10), 80 anos ou mais (6). Dos 35 pacientes que vieram a óbito, 29 apresentavam comorbidades confirmadas: diabetes (14), doença cardiovascular (12), hipertensão (10), doença respiratória (3), obesidade (3), Alzheimer (2), câncer (2), doença renal (2), doença hepática (1), doença neurológica (1), etilismo (1), imunossupressão (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade.

Um paciente não tinha doença pré-existente e os demais estão em investigação.

 

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar