Polícia investiga envenenamento em massa de cães e gatos no município de Cedro, PE

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) está investigando as mortes de 30 cães e gatos no município de Cedro, no Sertão do Estado. Os animais morreram em um espaço de dez dias, com suspeita de envenenamento.

A situação está sendo acompanhada pelo grupo de proteção animal Patinha Feliz, que atua na cidade há quatro anos. Os casos ganharam repercussão nas redes sociais. A associação presta os primeiros socorros, mas devido a gravidade do estado de saúde, dos animais tratados, nenhum conseguiu sobreviver.

Começou com um caso isolado no dia 28 de maio, depois disso, a partir dia 29, começou a aparecer em massa, três, quatro por dia. A gente sempre pegava o animal agonizando, nunca pegamos nenhum morto”, explica Thácila Cavalcante, voluntária da Ong Patinha Feliz.

Segundo a voluntária, todos os animais mortos moravam na rua. Desde o início do ano, já foram registradas mais de 100 mortes de cães e gatos com sintomas de envenenamento. Pelo menos três boletins de ocorrências foram registrados na Delegacia da Polícia Civil de Cedro.

Em nota, a PC informou “que o caso está sendo investigado pela Delegacia do Cedro. Um inquérito policial já foi instaurado para apurar os fatos. As diligências estão em andamento e seguirão até a completa elucidação dos fatos”.

Além do resultado nas investigações, os voluntários lutam pela construção de um canil na cidade e por ações de castração, para reduzir a população de animais abandonados. “A gente conta muito com o apoio da polícia na questão das investigações, que têm que ser feitas realmente em breve, porque nossa parte já fizemos”, afirma Thácila.

Fonte G1 Petrolina

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar