Paulo Câmara contrata R$ 667 mil em passagens para o gabinete

Sem alarde, o gabinete pessoal do governador Paulo Câmara (PSB) publicou no Diário Oficial deste sábado (21) um contrato para “reserva, emissão, marcação/remarcação de passagem aérea, reserva de hospedagem e receptivos (translado/transfer) locais em âmbito nacional e internacional para o Gabinete do Governador”.
O valor do contrato é 667 mil reais.
A empresa escolhida é a Voetur Turismo e Representações.
Segundo o Diário Oficial, a vigência do contrato irá até julho de 2019.
O contrato foi realizado através de um pregão eletrônico.
Segundo o texto publicado ano passado, desde 2015, o governo Paulo Câmara já gastou R$ 5,6 milhões com o aluguel de aeronaves. Entre janeiro e junho de 2017 foram R$ 1,3 milhão.
Cada uma das 34 idas a Brasília em avião fretado custa R$ 100 mil. Os trechos no Estado são mais baratos. Varia entre R$ 19 mil e R$ 25 mil o desembolso para que o governador voe até os locais dos encontros do programa Pernambuco em Ação, em que apresenta as ações realizadas pelo governo. O projeto surgiu de uma cobrança para que Paulo pudesse circular mais pelo interior do Estado no ano pré-eleitoral. Organizadas pelo próprio Palácio, as agendas são marcadas com antecedência.
Não raro, Paulo Câmara costuma dar carona nos voos oficiais a deputados aliados, federais e estaduais, além dos secretários das pastas.
Em maio de 2017, após as chuvas na Mata Sul, o pernambucano fez questão de pousar em Maceió para levar a Brasília o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar